Reajuste dos Servidores de Canindé fica para depois do Carnaval

RafaPress/Getty Images


A votação do projeto de lei que propõe o reajuste salarial do piso do magistério em 3,62%, bem como dos demais servidores que recebem diferente do salário-mínimo nacional, com um reajuste de 4,62%, deve ficar para depois do Carnaval em Canindé.

Na manhã de hoje (09/02), o projeto foi apresentado na Câmara Municipal, em uma Sessão Extraordinária, e agora está sob análise e tramitação legal, aguardando a necessária aprovação do plenário da casa.

O reajuste será retroativo a janeiro, seguindo a data base estabelecida. Contudo, apesar de ser a principal bandeira do governo municipal, o projeto não deve tramitar com urgência, sendo previsto que a votação ocorra somente após o período de recesso de Carnaval.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem