Procap deflagra operação contra investigados por participarem de licitações irregulares no Ceará

Divulgação/MPCE

 Nesta quinta-feira (08/02), o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), em colaboração com a Polícia Civil, deflagrou a operação “Passe Livre”. A ação visou cumprir oito mandados de busca e apreensão em Tarrafas, Hidrolândia, Juazeiro do Norte e Lavras da Mangabeira, abrangendo residências e sedes de empresas dos investigados.

De acordo com a investigação da Procap, empresários envolvidos participavam de licitações de limpeza pública em Tarrafas, negociando ilegalmente suas participações no processo licitatório. Além disso, efetuavam pagamentos para impedir que outras empresas concorressem, favorecendo organizações associadas ao esquema e comprometendo a competitividade do processo licitatório.

Os investigados podem responder por crimes como corrupção, fraude em licitações, falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Durante a operação, foram apreendidos aparelhos celulares e documentos, e a Justiça autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos envolvidos para aprofundar as investigações.

A operação “Passe Livre” é uma continuação da Operação Tarrafas, desencadeada em 30 de agosto de 2022, que também investigava suspeitas de corrupção, fraudes em licitações e crimes de associação criminosa na cidade de Tarrafas. O nome da operação remete aos pagamentos ilegais realizados pelas empresas investigadas para favorecer outra participante do processo licitatório, garantindo sua vitória sem concorrentes.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem