Arthur Lira Projeta 2024 com Enfoque na Representatividade Parlamentar e Poder de Emendas

Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), deu início à sessão solene de abertura do ano legislativo. Na Mesa dos trabalhos, estavam presentes o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL); o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin; o procurador-geral da República, Paulo Gonet; o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha; e o 1º secretário da Mesa do Congresso, deputado Luciano Bivar (União-PE), responsável por ler a mensagem do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, trazida pelo ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa.


Arthur Lira, em seu discurso, expressou otimismo e responsabilidade para o ano de 2024. Ele assegurou que os deputados continuarão a trabalhar com foco e determinação, entregando leis de interesse nacional, independentemente das eleições municipais e outras especulações.


O presidente da Câmara ressaltou o poder de emendas dos deputados ao Orçamento e às propostas de autoria do Executivo, afirmando que não foram eleitos para serem meros carimbadores. Destacou a importância do conhecimento dos parlamentares sobre as necessidades diárias da população, enfatizando que o Orçamento pertence a todos os brasileiros e não deve ser exclusividade do Poder Executivo.


"O Orçamento é de todos os brasileiros e brasileiras, não é e nem pode ser de autoria exclusiva do Poder Executivo e muito menos de uma burocracia técnica que, apesar do seu preparo, não foi eleita para escolher as prioridades da Nação e não gasta a sola do sapato percorrendo os pequenos municípios brasileiros como nós parlamentares", afirmou Lira.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem