Vendas no varejo variam 0,1% em novembro e têm segundo mês de estabilidade

 Foto: Marcello Casal Jr/Agência-Brasil


Entre outubro e novembro de 2023, as vendas no comércio varejista no Brasil mantiveram-se estáveis, variando apenas 0,1%. Isso marca o segundo mês consecutivo de estabilidade, com outubro registrando uma variação de -0,3%. O setor encontra-se 1,9% abaixo do recorde alcançado em novembro de 2020, mas está 4,5% acima do patamar pré-pandemia (fevereiro de 2020). O acumulado do ano chegou a 1,7%, enquanto nos últimos 12 meses, ficou em 1,5%.

Seis das oito atividades pesquisadas apresentaram resultados positivos em novembro, com destaque para Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (18,6%), Móveis e eletrodomésticos (4,5%) e Tecidos, vestuário e calçados (3,0%). A Black Friday influenciou positivamente as vendas, especialmente nas categorias de produtos eletrônicos e vestuário.

As atividades de Livros, jornais, revistas e papelaria (-1,5%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (-1,6%) foram as únicas em queda. A atividade farmacêutica, apesar da queda em novembro, acumulou um crescimento de 4,3% no ano.

Na comparação com novembro de 2022, o comércio varejista apresentou um crescimento de 2,2%. Cinco das oito atividades pesquisadas tiveram avanços significativos, incluindo Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (18,1%) e Tecidos, vestuário e calçados (6,1%). As vendas em Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo cresceram 5,0%.

Por Unidades da Federação, 12 apresentaram alta nas vendas em novembro em comparação com outubro. Destacaram-se Espírito Santo (13,3%), Paraíba (1,8%) e Amapá (1,6%). Na comparação com novembro de 2022, 18 Unidades da Federação registraram crescimento, com Espírito Santo (12,4%), Maranhão (11,7%) e Ceará (8,0%) apresentando os maiores avanços.

Apesar dos avanços, a pesquisa destaca a estabilidade e taxas muito baixas de crescimento no setor ao longo de 2023, indicando uma trajetória de crescimento moderado no comércio varejista brasileiro.



Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem