Setor de Turismo no Brasil registra alta de 7,5% de janeiro a novembro de 2023, segundo IBGE

 


O turismo no Brasil apresentou números positivos, registrando uma alta de 7,5% de janeiro a novembro de 2023 em comparação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa elevação foi impulsionada pelo aumento na receita de empresas em setores como locação de automóveis, serviços de bufê, hotéis, agências de viagens, transporte aéreo, restaurantes e rodoviário coletivo de passageiros.

O ministro do Turismo, Celso Sabino, destacou os bons resultados do setor em 2023, ressaltando que o impacto da pandemia parece estar no passado. Ele expressou otimismo em relação ao ano em curso, esperando fortalecer o turismo nacional, contribuindo para o aumento de empregos e renda para os brasileiros.

A análise da PMS também revelou que, dos 12 locais investigados, 11 apresentaram taxas positivas, com São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Paraná destacando-se pelos ganhos. A única exceção foi o Ceará, que registrou uma queda de 2,1%.

Comparando novembro de 2023 com o mesmo mês de 2022, o volume de atividades turísticas apresentou um aumento de 2,8%. Sete das 12 unidades da federação pesquisadas tiveram avanços nesse período, com São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais liderando os ganhos. O Ceará e o Rio Grande do Sul foram os estados com os principais impactos negativos.

Além dos dados da PMS, outros indicadores sugerem um bom momento para o turismo no Brasil. O Banco Central do Brasil destacou um incremento de R$ 30,8 bilhões (US$ 6,3 bilhões) nos desembolsos de turistas estrangeiros de janeiro a novembro de 2023, representando um aumento de 40,3% em relação ao mesmo período de 2022. Até novembro de 2023, mais de 5,2 milhões de visitantes estrangeiros desembarcaram no Brasil, atingindo o melhor resultado dos últimos três anos.

O turismo também teve um impacto positivo no mercado de trabalho, com a criação de 23.521 vagas formais em novembro de 2023, de acordo com o Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem