Ministério da Gestão inaugura novo espaço para emissão da Carteira de Identidade Nacional

Foto: Divulgação

 O Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI) marcou presença hoje na inauguração da nova sede da Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas (CIHPB) da Perícia Forense do Ceará (Forense). O espaço, localizado em Fortaleza (CE), será destinado à emissão da Carteira de Identidade Nacional (CIN) e visa proporcionar um atendimento eficiente e especializado aos cidadãos.

O evento contou com a presença do chefe da Assessoria Especial de Cooperação Federativa do MGI, Danilo Bertazzi, que destacou a importância da mudança no atendimento. "O Ceará fez a virada de chave completa, todos os seus postos de atendimento vão emitir somente a Carteira de Identidade Nacional. Isto é muito importante, porque em qualquer lugar do estado o cidadão vai poder solicitar o novo documento", afirmou Bertazzi. Ele também informou que o governador realizou a primeira entrega da CIN durante o evento.

A nova estrutura inclui uma sala sensorial exclusiva para atendimento ao público com transtorno do espectro autista (TEA), visando a inclusão e facilitação do acesso aos serviços públicos. O governador Elmano de Freitas ressaltou as melhorias não apenas para os servidores, mas também para os cidadãos. "Principalmente para pessoas que precisam de um atendimento mais especializado. Atender com sensibilidade, com carinho e atenção", destacou o governador.

A Carteira de Identidade Nacional, com padrão nacional e número único para todo o país, promete simplificar os procedimentos administrativos, fortalecer a segurança pública e combater fraudes. O documento integrará os cadastros administrativos, permitindo o acesso rápido e eficiente às informações em diversas áreas, como educação, saúde e trabalho.

"Quando uma pessoa precisar marcar uma consulta no SUS, por exemplo, os dados da identificação estarão disponíveis em tempo real, independente se o atendimento for virtual ou presencial. O mesmo vale para benefícios como o Bolsa Família e registros no INSS", explicou o representante do MGI.

Atualmente, 23 unidades da federação, incluindo o Distrito Federal, já estão emitindo a CIN. Os interessados em obter a nova Carteira de Identidade Nacional devem procurar os institutos de identificação de seus estados para a obtenção da primeira via, que é gratuita. Vale ressaltar que o antigo documento permanece válido até 2032, proporcionando um período de 10 anos para a troca.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem