Indicador Antecedente de Emprego atinge 77,3 pontos em dezembro, o maior nível desde julho de 2023

 Economista destaca a importância de sinais claros de retomada e redução de incerteza para manter a trajetória positiva em 2024.

89Stocker

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) do FGV IBRE apresentou um aumento significativo de 2,3 pontos em dezembro, atingindo 77,3 pontos, o maior nível desde julho de 2023 (78,0 pontos). Em médias móveis trimestrais, o IAEmp teve um avanço de 0,3 ponto, alcançando 75,8 pontos.


O economista Rodolpho Tobler, do FGV IBRE, avaliou o resultado, destacando que, após uma sequência de resultados negativos, o IAEmp encerra 2023 com sinalização positiva. Contudo, ele ressalta que ainda é cedo para comemorar, especialmente considerando o patamar atual do indicador. O ritmo para 2024 permanece em aberto e dependerá significativamente da reação da atividade econômica ao longo do ano. Tobler enfatiza a necessidade de sinais claros de retomada e redução da incerteza no país para manter a trajetória positiva e aumentar as expectativas de contratação.


Dentre os destaques do IAEmp em dezembro, seis dos sete componentes contribuíram para a alta do indicador. O indicador de Tendência dos Negócios da Indústria teve a maior contribuição, adicionando 1,3 ponto. Outros destaques positivos foram os indicadores Emprego Local Futuro do Consumidor, Situação Atual dos Negócios da Indústria e dos Serviços, contribuindo com 0,5, 0,4 e 0,3 ponto, respectivamente. O único indicador que teve uma contribuição negativa foi o de Tendência dos Negócios de Serviços, com -0,6 ponto.


Esse aumento no IAEmp pode ser interpretado como um sinal encorajador para o mercado de trabalho, indicando uma possível recuperação nas expectativas de contratação. Entretanto, é fundamental monitorar de perto os indicadores econômicos ao longo de 2024 para avaliar a consistência dessa melhora nas perspectivas de emprego no país.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem