Deputado federal Carlos Jordy é alvo da Operação Lesa Pátria

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Nesta quinta-feira (18), o deputado federal Carlos Jordy (PL) tornou-se alvo de buscas na 24ª fase da Operação Lesa Pátria, conduzida pela Polícia Federal (PF). O objetivo da operação é identificar indivíduos envolvidos no planejamento, financiamento e incitação aos atos antidemocráticos ocorridos em 8 de janeiro.


De acordo com informações apuradas, o inquérito indica que
Carlos Jordy trocou mensagens com um grupo de golpistas no Rio de Janeiro, fornecendo orientações sobre os atos antidemocráticos. Agentes da PF cumpriram mandados na Câmara dos Deputados e na residência do parlamentar, apreendendo uma arma e R$ 1 mil.


A busca também se estende ao interior do Rio de Janeiro, incluindo pessoas que montaram acampamento em frente à 2ª Companhia de Infantaria em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.


Nas redes sociais, Jordy classificou a busca como "uma medida autoritária, sem fundamento, sem indício algum, que somente visa perseguir, intimidar e criar narrativa às vésperas de eleição municipal".


O deputado expressou indignação com a abordagem da PF, afirmando ter sido acordado com um fuzil apontado para o rosto e alegando que a operação é uma evidência de vivermos em uma ditadura.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem