Deputado Reginauro critica gestão do Governo do Estado

 


Divulgação/ALECE

O deputado Sargento Reginauro (União) criticou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece) desta quinta-feira (07/12), a gestão econômica do governador do Estado, Elmano de Freitas. 

Segundo o parlamentar, o governador "herdou uma bomba do ex-governador e atual ministro da Educação, Camilo Santana". Para Sargento Reginauro, o Estado passa por grandes dificuldades orçamentárias. 

O orçamento previsto para algumas secretarias, conforme o deputado, chega a até R$ 160 mil, e a criação das pastas é para acomodar políticos. “Podemos afirmar, a partir da LOA, que as secretarias são para acomodação político-partidária. De onde o governador vai tirar recursos para as secretarias estaduais funcionarem?”, indagou. 

Sargento Reginauro criticou ainda o investimento do Governo do Estado em publicidade na gestão de Camilo Santana, cujos gastos teriam alcançado R$ 1 bilhão em cinco anos. Ainda conforme o parlamentar, na gestão de Elmano de Freitas, foram injetados R$ 132 milhões ainda em 2023. “Isso corresponde a R$ 370 por dia de recursos do Estado. O cartão da fome é de R$ 300 por mês e R$ 10 por dia”, assinalou. 

O parlamentar acentuou ainda que o projeto VaiVem Livre foi aprovado pela Assembleia Legislativa, entretanto, conforme Sargento Reginauro, não existe previsão orçamentária. “De onde virão os recursos?”, questionou. 

Em aparte, o deputado Cláudio Pinho (PDT) ressaltou que o Governo do Estado precisa criar políticas públicas para gerar emprego e renda para a população. O parlamentar pontuou que a população precisa sair dos auxílios para gerar seu sustento. “O Governo do Estado tem que ir nesse caminho”, sugeriu. 


Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem