Brasil inaugura reuniões do G20 no Palácio do Itamaraty

 

Foto: Divulgação/Governo Federal

O Brasil assume a liderança das reuniões do G20, realizando encontros no Palácio do Itamaraty em Brasília. A programação inclui a Trilha de Sherpas nos dias 11 e 12 de dezembro e a Trilha de Finanças nos dias 14 e 15 de dezembro. De maneira inovadora, a reunião conjunta das Trilhas ocorrerá no dia 13, antecipando discussões e alinhando temas para o ano, uma iniciativa pioneira da presidência brasileira.

Durante a semana, emissários dos países-membros participarão de encontros bilaterais e plenárias para debater o papel do G20 nas questões globais. A reunião conjunta das Trilhas terá como foco definir métodos de trabalho para o ano, além de discutir as prioridades da presidência brasileira: combate à fome, pobreza, desigualdade, desenvolvimento sustentável, mudanças climáticas e reforma da governança global.

Os encontros, fechados e restritos aos emissários, serão acompanhados por briefings diários à imprensa, apresentando um resumo dos temas discutidos. Maurício Lyrio, sherpa brasileiro no G20, destacou a integração das duas Trilhas, visando convergência para decisões durante a cúpula final.

Tatiana Rosito, coordenadora da Trilha de Finanças, enfatizou a oportunidade de incluir aspectos socioambientais na agenda financeira, buscando trazer a desigualdade para o centro das discussões. As reuniões contarão com participação dos sherpas, vice-ministros da Economia e vice-presidentes dos Bancos Centrais dos países-membros.

A programação detalhada inclui:

  • 11 e 12 de dezembro (9h às 16h): Reunião de Sherpas do G20;
  • 13 de dezembro (9h às 17h30): Reunião Conjunta de Sherpas, Vice-Ministros das Finanças e Vice-Presidentes de Bancos Centrais do G20, com possível presença do presidente Luís Inácio Lula da Silva;
  • 14 e 15 de dezembro (9h às 16h): Reunião de Vice-Ministros das Finanças e Vice-Presidentes de Bancos Centrais do G20.

Ao longo do mandato brasileiro no G20, estão previstas mais de 100 reuniões, tanto presenciais quanto virtuais, nas cinco regiões do Brasil, culminando na cúpula no Rio de Janeiro.

Sobre o G20:
O G20, nascido em 1999, destaca-se por seu foco em finanças, evoluindo para abordar questões globais como Desenvolvimento Sustentável, Saúde, Agricultura, Mudanças Climáticas e Combate à Corrupção após a crise financeira de 2008. A cúpula no Brasil reforça o compromisso do G20 com uma abordagem solidária, ecológica e econômica.

Comentário

Este site é um espaço para discussão e debate de ideias. Todos os comentários são bem-vindos, desde que sejam feitos de forma respeitosa e construtiva.

Postagem Anterior Próxima Postagem